Você acha que uma criança se molda com o exemplo dos pais e familiares? Nós acreditamos que sim! Temos uma filha de apenas 4 ...




Você acha que uma criança se molda com o exemplo dos pais e familiares?

Nós acreditamos que sim!

Temos uma filha de apenas 4 anos e recentemente ela tem passado por alguns problemas na escola. Na verdade, há um problema: Violência ou poderíamos dizer que é Bullying?

As aulas voltaram no mês passado e ficamos muito animados com o inicio das aulas de nossa pequena. E ela então, pulava de alegria, só de ouvir falar na nova Escola.

Mas percebemos que de um dia para outro, seu comportamento mudou...sim. Ela chorava, dizia que não queria mais ir á escola. Isso nos deixou preocupados e sem entender o motivo, já que ela não nos contava o que vinha acontecendo. E deixamos o alerta aos pais: Fiquem de olho em mudanças de comportamento dos seus pequenos e sempre dialogue com eles. Deem espaço para eles falar, se sentirem seguros e compartilhar tudo que lhes acontece. É muito importante.

Dias após o começo da choradeira e muita insistência, nossa filha resolveu contar o que houve. Um coleguinha de classe vinha machucando ela, batia, chutava, dava pontapés na mochila e sempre procurava um meio de perturba-la. Certo dia, ao busca-la na escola, ela contou que estava passando fome e ao questioná-la sobre o porque, ela disse que o bendito colega á agrediu (deixou hematomas) e que a segurando pelos braços, disse que ela não iria pegar lanche. Ia ficar ali, parada, sendo refém. Isso nos deixa até surpresos com tamanha crueldade!




Isso nos corta o coração. Quem leva seus filhos á escola para sofrer agressão? Como pais ficamos indignados e muito preocupado com nossa pequena. E onde ficam os professores nessa hora? E a direção?

Assim que nossa filha contou tudo o que ocorreu, logo procuramos falar com a professora que acompanha-os desde o inicio. E ela em uma conversa explicou que o garoto é o típico "garoto problema". Já havia outros casos de agressão na mesma sala, reclamações assim como a nossa e de que a família do agressor mirim diz apenas que "ele é só uma criança" e nada  faz para orientar o garoto e ficamos todos de mãos atadas? E o futuro desses familiares que apoiam atitudes como essas? Bem... já imaginamos que um dia eles também serão agredidos. Infelizmente!

Pensamos em como as coisas vem mudado... para pior. Como as pessoas regrediram e criam seus filhos sem o minimo de educação. E com isso quem paga é o filho dos outros? Não achamos justo.

"Mas porque sua filha não revida?" Já escutamos muitos questionamentos e confessamos que ás vezes da vontade mesmo de mandar revidar. Mas agir com violência vai tornar o agressor alguém melhor? Achamos que não, só servira como um incentivo á mais para ele revidar, fazer coisas piores, além da minha filha sair como errada na história. Quer perder a razão, age com agressão!

As "desculpas" ditas pela família do agressor, só nos faz pensar na vida que ele leva em casa. Será que ele também é agredido? Será que são todos ausentes e ele faz isso em um ato de desespero, para chamar atenção? Será que ele bate em toda a afamilia e eles tem medo dele? Será que ele possui algum problema psicológico (pois não sabemos o histórico familiar e nem se o garoto tem algum trauma)? Que educação e exemplos eles tem lhe dado?

Crianças nesta idade estão formando seu caráter. O que podemos dizer do futuro de uma criança  que aprende a agir desta maneira? Agredindo colegas, professores e a desrespeitar a todos. Esperamos que nossos filhos tenham boas lembranças de suas infancias e da escola. E não que fiquem com traumas e se tornem pessoas depressivas.



Vocês já passaram por situações como esta? Qual foi o papel da escola e de todos os envolvidos?

Vocês acham que a culpa da criança agir agressivamente com as pessoas na escola é da família? O que fazer neste caso?


Pensando neste assunto, gostaríamos que assistissem este vídeo que diz muito sobre o tema:

"Crianças são como argila: elas se tornarão aquilo que você molda."




You may also like

23 comentários:

  1. QUANDO USAMOS PARA FAZER O BEM É OTIMO ...GOSTEI DO POST SUPER BEM ELABORADO

    ResponderExcluir
  2. oi!
    parabéns pelo excelente testo, hoje em dia vemos a crianças imitando seus pais. Tem que ter muito cuidado com o que fala e faz na frente de seus filhos, vocês são exemplos que eles irão seguir.
    bjo

    ResponderExcluir
  3. Eu passei por um problema semelhante qdo minha filha tinha 5 anos e a criança que agredia foi diagnosticada com uma psicopatia!!!Muito triste!!!
    Ótimo post para deixar um alerta!

    ResponderExcluir
  4. As crianças repetem as ações dos adultos, fiquei com coração na mão com a história, me coloquei no seu lugar de mãe.

    ResponderExcluir
  5. Ah, acho que a criança vai muito pelo exemplos dos pais sim, nem tudo, mas muita coisa acredito que é o que ela vê em casa.

    Pena que os pais do menino tem esse tipo de pensamento, se eles não corrigirem o filho agora, o que será do futuro dessa criança?

    espero que a escola tenha uma solução, pois sua filha não pode ficar nessa situação.

    beijos
    maisumbeijo.com

    ResponderExcluir
  6. Boa noite, como vai?
    eu gostei bastante do post,
    nao tenho filhos, mas se eu tivesse realmente teria que ter muito cuidado pois criar um g=filho e dar bons xplos hoje em dia nao é facil

    ResponderExcluir
  7. Ainda não tenho filhos, mas sempre temos que ter cuidado com o que falamos perto deles, ainda mais nessa fase.

    ResponderExcluir
  8. Eu acho que a culpa da criança agir agressivamente com as pessoas na escola é da família sim, a criança pode até bater no coleguinha, mas se os pais ensinar que é errado a criança aprende, tudo vem da conversa e também do exemplo que os pais dá.

    ResponderExcluir
  9. Adorei o artigo, é preciso tomar cuidado por que as crianças refletem aquilo que vê e escuta!

    ResponderExcluir
  10. Olá
    adorei saber o jeito que vc trata sua filha
    mt bom exemplo vc dá
    não tenho filhos, mas adorei

    ResponderExcluir
  11. Que situação complicada! Olha, se fosse minha filha eu trocaria de escola, já que ninguém tomou providências na escola atual (direção e familiares do agressor). Esse menino precisa de muito tratamento psicológico.

    ResponderExcluir
  12. Infelizmente vivemos em uma sociedade onde os pais estão cada vez mais distantes dos filhos e a escola é só um meio de distraí-los enquanto os pais trabalham para 'dá o melhor'

    Blog ArroJada Mix|Blog Prosa e Texto|Blog Vapor da Cozinha

    ResponderExcluir
  13. Não sou mãe, mas pelo relato é possível perceber o quanto esse assunto é delicado. Eu realmente acredito que provavelmente a criança agressora deve ter o mesmo tratamento em casa, infelizmente, o seu caráter está sendo moldado da pior maneira. Não sei como lidaria se tivesse uma filha sendo vítima de violência.

    ResponderExcluir
  14. Muito bom seu texto, realmente existem muitos pais que não educam os filhos da maneira que tem que ser, a criança faz uma coisa errada os pais não corrigem e quando crescem reclamam do filho mal criado.

    ResponderExcluir
  15. Muito bom o seu post falando desse assunto que é bastante importante para todos os pais, eu acredito sim que os filhos eles olham para o comportamento dos pais, por isso que os pais precisam ter um comportamento exemplar na frente dos filhos. Se os pais derem um mal comportamento com certeza os filhos vão pelo mesmo caminho, acho quando a criança agir agressivamente com as pessoas a maior parte da culpa é sim da família, os pais precisam sempre ficar atentos ao comportamento deles, bjs.

    ResponderExcluir
  16. Concordo com tudo. Nossos filhos seguem o exemplo dos pais. Parabéns pelo texto. bjs Verônica Alves

    ResponderExcluir
  17. Confesso que já passei por isso e fico mais agressiva do que calma, não consigo assimilar alguém maltratando meus filhos, jogo tudo nos outros pais, e isso é errado , mais não sou irracional, quando assunto é meus filhos , mais sempre tento passar pra eles não provocar uma briga ou agredir outras pessoas.

    ResponderExcluir
  18. Sim o exemplo é tudo, os filhos imitam o que vê em casa.Somos exemplo para eles.

    ResponderExcluir
  19. Ainda não tenho filhos. Mas é importante saber como criamos.

    ResponderExcluir
  20. Essa postagem é bem interessante
    Ainda nao tenho filhos, mas vou seguir o exemplo dos meus pais, a criaçao que me deram

    ResponderExcluir
  21. Oi
    criança é muito inteligente temos que ter sempre cuidado com que falamos,e claro concordo plenamente com tudo,os pais que tem que dar ótimos exemplos para os seu filhos,eu tendo dar,adorei o texto,bjs.

    ResponderExcluir
  22. Esta é uma situação muito complexa e que infelizmente tem se tornado comum em tantos meios. Espero que o menino receba apoio também e descubram as motivações para tanta violência, afinal, crianças não deveriam ser más simplesmente por hobby.

    Concordo que vocês não devem incentivar os filhos de responder com mais violência, pois acaba se tornando um ciclo sem fim. Eles precisam saber que não estão sozinhos, tão pouco que são culpados.

    ResponderExcluir
  23. Olá. Nossa, que tema de discussão mais tenso. Confesso que fiquei aqui morrendo de raiva da situação. Eu já passei por muitas coisas parecidas com essa quando eu era pequena. Meus pais sempre me acompanharam na escola, me orientando sobre os melhores coleguinhas, sobre o que era certo e o que era errado, etc. Mas, parece que naquela época as coisas eram mais fáceis de serem resolvidas. Muitas vezes minha mãe foi conversar com a diretora da escola e com as professoras responsáveis. Quando elas não conseguiam resolver, meus pais esperavam os "garotos problemas" na porta da escola e conversavam com eles. Confesso que meus pais já chegaram a ameaçar um menino. Acredito que se fosse hoje, meus pais provavelmente sofreriam algum tipo de ação, mas naquela época não houve nada, e meus problemas se resolveram.
    Educar os filhos nesses dias de hoje é uma tarefa extremamente complicada, ainda mais porque existem muitos pais que não cumprem seus papeis de pais, não educam, não acompanham e não ensinam o que é certo e o que é errado. E, pior de tudo: não cortam as asas de seus filhos. Acham que por serem crianças eles podem fazer tudo o que eles quiserem. Eu fico extremamente triste e chocada com essa situação. Espero que tudo se resolva por ai!Beijos! Segui seu blog!
    www.myysadsongs.blogspot.com.br

    ResponderExcluir